Presidente do Olympiacos fala em "excrementos do futebol" após empate com o Volos

Evangelos Marinakis pediu um apelo à UEFA e recusou-se a financiar o campeonato grego

• Foto: Direitos Reservados

O Olympiacos, de Pedro Martins, empatou (0-0) na visita ao terreno do Volos, em jogo da 16.ª jornada do campeonato grego, num encontro com vários lances e polémicas envolvendo o VAR, podendo perder a liderança da prova caso o PAOK, de Abel Ferreira, vença esta segunda-feira na receção ao Atromitos.

No final do encontro, Evangelos Marinakis, presidente do emblema helénico, emitiu um comunicado sobre as infrações cometidas pela equipa de arbitragem durante o encontro [em especial os dois lances que se seguem mais abaixo] falando em "excrementos do futebol", "injustiça" e até na destruição da "credibilidade" do futebol grego, apelando uma ação célere por parte da UEFA.

Leia o comunicado na íntegra:

"O futebol grego caiu no copo da injustiça, da maldade e das más ações. Não irei voltar a assistir a tal coisa como espetador, nem eu nem os adeptos do Olympiacos.

Esses "excrementos" do futebol como Savvdis, Kalpazidis, Panopoulos, Beos e todos os seus companheiros não estão a cumprir nenhuma das regras e legalidades, tal como Grammenos, Pereira e todos esses que destruíram a credibilidade do futebol grego.

O Olympiacos não irá participar mais nesta comédia nem a financiará através dos pagamentos à HFF (Federação Helénica de Futebol), a não ser que hajam medidas drásticas por parte da UEFA.

Este é o momento para aqueles que são responsáveis por tudo isto em que terão de comer estes "excrementos" se quiserem seguir em frente."





Por Sérgio Magalhães
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Internacional

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.