«Quem elimina Besiktas, Fenerbahçe e Trabzonspor merece ganhar a final»: a caminhada incrível do Kayserispor

Miguel Cardoso ansioso por conquistar Taça da Turquia após percurso de tomba-gigantes

• Foto: Instagram Miguel Cardoso
Kayserispor. Fundado a 1 de fevereiro de 1966, este clube da Turquia tem dois troféus no museu: um campeonato da 2.ª Divisão (2014/15) e uma Taça (2007/08). Hoje pode conquistar o terceiro. Mais uma Taça, se vencer o Sivasspor na final da Taça. Miguel Cardoso, um dos portugueses do plantel – o outro é Carlos Mané – admite que este é um título muito desejado. "É um dos clubes que representa a região da Anatólia, com adeptos ferverosos, como em quase toda a Turquia, adeptos do clube da sua região. Há muita ambição para vencer a Taça e somos abordados na rua com essa vontade. Esperamos dar essa alegria ao clube e à cidade. Estou algo ansioso, no bom sentido. Tenho muita vontade de ganhar. É a minha primeira final como sénior e é um objetivo muito grande do clube e a nível pessoal. Esperamos que esteja tudo do nosso lado para vencermos", conta o futebolista, de 27 anos, a Record.

E para grandes objetivos, grandes vitórias. Contra, precisamente, os grandes. O Kayserispor eliminou Besiktas, Fenerbahçe e o campeão Trabzonspor. "Encarámos a Taça com muita seriedade. Algumas equipas rodam jogadores ou procuram as suas ambições no campeonato, mas nós focámo-nos muito na Taça. Não é qualquer equipa que consegue eliminar Besiktas, Fenerbahçe e Trabzonspor, as melhores equipas da Turquia juntamente com Galatasaray. E nós vencemos todos foras de casa, exceto na última eliminatória a duas mãos. Quem elimina estas equipas merece ganhar a final", defende Miguel Cardoso.

O contributo do português na Taça é evidente. Ainda assim, o extremo nem se tinha apercebido com atenção que tem quase tantos golos (3) em 5 jogos da Taça como em 28 encontros do campeonato – tem quatro remates certeiros nessa prova. "É curioso. Fiz quase todos os jogos do início ao fim e talvez seja essa a explicação. Ainda não tinha visto as coisas por esse prisma. Não olho tanto para os golos, mas sim para os resultados da equipa", garante. E o de hoje é o mais importante de todos.
Por David Novo
1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Internacional

Notícias

Notícias Mais Vistas