Rafael Dudamel renuncia à seleção da Venezuela e critica dirigentes

Treinador pode rumar ao Brasil para liderar o Atlético Mineiro

• Foto: Reuters

O treinador Rafael Dudamel anunciou esta quinta-feirsa a renúncia à liderança da seleção da Venezuela, justificando-a com a "deterioração" das suas relações com os dirigentes federativos.

"Hoje decidi renunciar à seleção no seu melhor momento histórico. É o melhor para ela. A minha relação com os dirigentes (da federação) deteriorou-se muitos nos últimos tempos e, nas atuais condições, é muito complicado continuar", justificou.

Em mensagem deixada na rede social Twitter, o antigo guarda-redes venezuelano espera que o seu sucessor tenha as "condições de trabalho" que, garante, já não tinha e que, destaca, "são indispensáveis para alcançar o sonho" de qualificação para o Mundial'2022 do Qatar.

Esta saída ocorre a 84 dias do início da qualificação, com estreia marcada para 26 de março, com visita à Colômbia de Carlos Queiroz.

Agradeceu à família e equipa técnica que o acompanhou e elogiou os futebolistas de todas as seleções venezuelanas, destacando o "talento" suficiente para os levar ao Mundial.

Em funções desde 2016, Rafael Dudamel comandou a seleção 'vinho tinto' em 42 jogos, garantindo 12 vitórias, cedendo 17 empates e sofrendo 13 derrotas.

Em março, o técnico de 46 anos já se tinha demitido, na altura por entender que a seleção não devia ser um palco político, na disputa entre o presidente Nicolas Maduro e o auto-denominado presidente interino Juan Guaido.

Em 2017, Rafael Dudamel levou os sub-20 da Venezuela a surpreendente vice-campeã do Mundo e, na última Copa América, disputada no Brasil, empatou com os anfitriões na fase de grupos e só foi afastada nos quartos de final pela Argentina.

Vários órgãos de comunicação brasileiros noticiam que o treinador estará perto de assinar pelo Atlético Mineiro.

Por Lusa

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Internacional

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.