Reino Unido e Irlanda desistem do Mundial'2030 e querem receber Euro'2028

"Organizar um Europeu oferece retorno semelhante para os investimentos e tem um custo muito menor", justificam em comunicado

Reino Unido e Irlanda vão apresentar uma candidatura conjunta à organização do Euro'2028 e descartaram a possibilidade de receber o Mundial'2030, como estava inicialmente planeado, anunciaram hoje as federações desses países.

As federações britânicas (Inglaterra, Escócia, País de Gales e Irlanda do Norte) e irlandesa divulgaram um comunicado conjunto em que explicam a desistência de uma candidatura ao Campeonato do Mundo de 2030 e a intenção de receber dois anos antes o Campeonato da Europa.

"Organizar um Europeu oferece um retorno semelhante (ao de um Mundial) para os investimentos e tem um custo muito menor. Os benefícios também são alcançados mais cedo. O Campeonato da Europa é o terceiro maior evento do mundo", lê-se no comunicado.

Isto significa que a candidatura ibérica de Portugal e Espanha é para já a única europeia à organização do Mundial'2030, embora, até março deste ano, altura limite para a apresentação das candidaturas, Roménia, Grécia, Bulgária e Sérvia, em conjunto, poderão entrar na corrida.

Esses quatros países já anunciaram a intenção de receber uma grande competição de futebol, embora possam seguir o mesmo caminho de Reino Unido e Irlanda e apenas tentar organizar o Euro'2028.

Já certo é a candidatura sul-americana conjunta de Argentina, Paraguai, Uruguai e Chile, enquanto Marrocos também poderá avançar sozinho ou com outros países do norte de África.

Em setembro de 2023, a FIFA irá anunciar a candidatura vencedora para receber e organizar o Mundial'2030.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

Ultimas de Internacional

Notícias

Notícias Mais Vistas