River-Boca: Os gestos que podem tramar Tévez e Buffarini

Superclássico argentino ainda faz correr muita tinta

O detentor do título River Plate deu um passo determinante rumo à final da edição 2019 da Taça dos Libertadores, depois vencer em casa o rival Boca Juniors por 2-0, na 1.ª mão das meias-finais.

Santos Borré (7’), de penálti, e Nacho Fernández (70’) foram os autores dos golos dos ‘milionários’.

Agora que a partida terminou, arrancou uma intensa polémica, motivada por dois gestos de dois jogadores do Boca Juniors. O primeiro deles aconteceu ainda na fase de aquecimento dos jogadores. Julio Buffarini simulou que sentia frio, provocando os adeptos contrários, como quem diz que o ambiente no estádio rival estava longe de ser escaldante. Uma situação que será analisada mas que não deverá render mais do que uma simples multa ao jogador, caso se prove que era mesmo uma provocação.

Já no caso do emblemático Carlitos Tévez a coisa arrisca ser bem mais grave. O veterano avançado do Boca saiu de campo fazendo um gesto que indica que o jogo estava comprado. E como o fez na direção da bancada presidencial do River, arrisca uma suspensão. Dois momentos analisados na America TV e que pode ver no vídeo em baixo.

Por João Seixas
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Internacional

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.