Sneijder: «Se tivesse vivido a 100% o futebol ter-me-ia juntado a Cristiano e Messi»

Antigo médio holandês garante que não quis ser um dos melhores do Mundo

• Foto: Getty Images

Wesley Sneijder garantiu que podia ter atingido o topo do futebol mundial "se tivesse querido". Em entrevista à 'Fox Sports' holandesa esta quarta-feira, o antigo jogador de Real Madrid e Ajax, entre outros, garantiu que a atribuição da Bola de Ouro em 2010 a Messi foi um duro golpe, depois de ter conduzido o Inter à tripleta e a seleção holandesa à final do Mundial da África do Sul. Mas reconheceu que nunca atingiu esse patamar de qualidade por vontade própria.  

"Se eu tivesse vivido a 100% no meu desporto, ter-me-ia juntado à lista de Cristiano e Messi. Sei disso. Mas eu não quis e não tenho arrependimentos sobre isso. Não é que não o pudesse ter feito, simplesmente não o quis", frisou o antigo médio-ofensivo, de 35 anos, atualmente retirado do futebol profissional. 

Sobre o melhor jogador com o qual partilhou o terreno de jogo, Sneijder escolheu "Guti". "Foi o que mais me impressionou. Ele e eu encontrávamo-nos de olhos fechados em campo, o homem era fenomenal. Claro que joguei com muitos bons jogadores mas ele foi quem mais me impressionou", finalizou.

Por Francisco Laranjeira
Deixe o seu comentário
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Internacional

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.