Sul-africano Patrice Motsepe eleito presidente da CAF

Concorreu sozinho após a desistência dos outros três candidatos

• Foto: Reuters

O sul-africano Patrice Motsepe, de 59 anos, foi esta sexta-feira eleito presidente da Confederação Africana de Futebol (CAF), num escrutínio ao qual foi concorreu sozinho, após a desistência dos outros três candidatos a poucos dias da escolha.

"É uma grande honra para mim", disse o magnata sul-africano, que a dias das eleições acordou com os três candidatos, que, entretanto, desistiram, a atribuição de cargos diretivos em nome do "bem comum" da CAF.

Patrice Motsepe, presidente do clube sul-africano Mamelodi Sundows, sucede no caro a Ahmad Agmad, de Madagáscar, suspenso das suas funções no verão de 2019, devido a uma série de ilícitos éticos e financeiros, incluindo a "distribuição de presentes" e "desfalque".

Gianni Infantino, presidente da FIFA, saudou o novo líder da CAF, considerando que a sua eleição, que decorreu durante a 43.ª Assembleia Geral da CAF, em Rabat, "é a celebração da unidade e da visão comum que todos têm para o futebol".

No segundo semestre de 2019, a CAF foi colocada sob supervisão da FIFA, com a senegalesa Fatma Samoura, secretária-geral do organismo, a trabalhar diretamente com a equipa diretiva, tendo, entre outras funções, a gestão e o controlo interno e administrativo do mesmo.

Na segunda-feira, o Tribunal Arbitral do Desporto (TAS) reduziu de cinco para dois anos a suspensão, pronunciada em novembro pela FIFA, contra Ahmad Ahmad, considerando o antigo presidente culpado de uma série de ilícitos éticos e financeiros, e confirmando a inelegibilidade a um segundo mandato na CAF.

Por Lusa

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Internacional

Notícias

Notícias Mais Vistas