Tatuagem incrimina Dani Alves: vítima revela pormenor decisivo que levou à prisão do jogador

'El Mundo' desvenda novo dado presente no depoimento da mulher que acusa o brasileiro de a ter violado

• Foto: Reuters
O 'El Mundo' adianta, esta segunda-feira, um pormenor revelado pela mulher que acusa Dani Alves de a ter violado e que terá sido decisivo para que o jogador fosse colocado em prisão preventiva: a tatuagem de uma meia-lua na parte inferior do abdómen.

Segundo a mesma fonte, durante um dos depoimentos que deu, Dani Alves assegurou que estava sentado (com roupa) na sanita, e que a mulher entrou na casa de banho e se sentou ao seu colo. A juíza estranhou e questionou como era possível que a vítima tivesse feito uma descrição pormenorizada da tatuagem se o brasileiro tinha estado sempre vestido, altura em que o lateral alterou a sua versão dos factos e assumiu que se tinha levantado. Esse, terá garantido Dani Alves, foi o momento em que a mulher conseguiu olhar para a tatuagem.

Refira-se ainda que Dani Alves não terá sido honesto quanto ao valor que auferia no Pumas. A juíza questionou o jogador relativamente aos seus ganhos, e este assegurou que auferia 30 mil euros por mês. A magistrada corrigiu o valor para 300 mil e considerou que este deveria ser mantido em prisão preventiva sem fiança, por haver perigo de fuga.

Recorde-se que, já esta segunda-feira, Dani Alves foi transferido para outro estabelecimento prisional.
Por Record
18
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Internacional

Notícias

Notícias Mais Vistas