Tite: «Temos de saber jogar com Neymar, Dani Alves e Marcelo, e também sem eles»

Selecionador brasileiro desvaloriza ausências antes do clássico frente à Argentina

• Foto: EPA

Desde que se estreou ao comando da seleção brasileira, em setembro passado, Tite contabiliza só vitórias (nove). E, antes do clássico com a Argentina, agendado para esta sexta-feira, em Melbourne (Austrália), o selecionador canarinho salientou a rivalidade e o respeito existente entre as duas seleções.

"Não é pela grandeza do clássico. As pessoas só rivalizam com quem admiram. Nunca vi dois rivais que não reconhecem o poderio de cada equipa. Eles conhecem a dimensão do Brasil e nós da Argentina", sublinhou o treinador brasileiro, desvalorizando o facto de poupar alguns dos habituais titulares: "Quando o sentido de equipa é uma característica marcante, temos de saber jogar com Neymar, Dani Alves e Marcelo, e também sem eles. É uma forma de valorizar e deixar competir todos os jogadores a alto nível."

"Precisamos de jogar bem e de um bom resultado para que autoestima se consolide e a equipa também se possa consolidar", frisou Tite, antes de acrescentar: "Esse é o meu desafio, da equipa técnica e dos jogadores: consolidar e crescer. Não sei quanto equipa pode crescer, mas tenho que dar combustível, treino, criatividade."

Coragem de Sampaoli

Tite elogiou ainda o técnico rival, Jorge Sampaoli, que se estreia como selecionador alviceleste precisamente diante do Brasil. "Ele foi muito corajoso, é um momento difícil. Ele tem a dificuldade de serem quatro jogos, eu tinha 12 pela frente. Acredito que Argentina vai apurar-se pela qualidade que tem", disse o treinador brasileiro, referindo-se ao facto de a Argentina ocupar o 5.º lugar na qualificação sul-americana para o Mundial'2018 quando faltam apenas quatro jornadas.

"A Argentina qualificar-se-ia com Bauza, e vai consegui-lo com Sampaoli. Não estou a ser simpático, é o que sinto. Mas há semelhanças, dificuldades, uma margem de erro pequena. Ele tem a vantagem de ter dois particulares [antes de jogar na qualificação], eu não tive nenhum", acrescentou Tite, que estreou diretamente num jogo de apuramento para o Mundial e já garantiu a presença na fase final que se realiza na Rússia no próximo ano.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Internacional

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.