«Tornei-me paranoico»: Giggs revela motivo pelo qual não se conseguia ver na televisão

Ex-internacional galês revelou trauma após um encontro com o Liverpool, em 2003

• Foto: Reuters

Ryan Giggs, ex-internacional galês, teve uma carreira invejável para quem aspira tornar-se jogador de futebol. Vencedor de duas Ligas dos Campeões (1998/99 e 2007/08), 13 Premier League, Campeão mundial de clubes por duas vezes (1999 e 2008), entre vários outros títulos conquistados, o antigo jogador do Manchester United também teve de lidar com alguns problemas na sua carreira.

Em entrevista ao ‘The Sun’, Ryan Giggs revelou que a perda de cabelo foi um dos seus maiores rivais durante a sua vida pessoal e profissional, lembrando o dia que mudou tudo, logo após um jogo com o Liverpool, em 2003.

"A primeira vez que dei conta [da queda de cabelo] foi depois de um jogo em Anfield Road, em 2003. Marquei dois golos e quando estava a entrar no bar onde estavam os meus companheiros de equipa, esperava que eles me recebessem com um ‘bom trabalho’, mas a primeira coisa que eu ouvi foi: ‘Estás a perder cabelo’".

Esse episódio tornou-se rapidamente num trauma para o ex-jogador dos red devils. "Tornei-me paranóico, especialmente quando sabia que o jogo ia passar na televisão ou que ia chover. Se estivesse a chover pensava: ‘Oxalá que não estivesse’. Foi então que decidi cortar o cabelo cada vez mais curto. Sentia que cada vez que eu o cortava, ele nascia mais forte", frisou.

O atual selecionador da seleção do País de Gales aponta o problema relacionado com a perda que de cabelo está relacionado, de certa forma, com o estilo de vida de um jogador de elite. "O futebol consegue ser muito stressante. Estás constantemente debaixo de pressão. És consciente das consequências de perder um jogo. Estás sempre debaixo do foco e exposto a críticas", apontou.

Em 2017, já retirado dos relvados, Ryan Giggs apostou em transplantes capilares. "Como sempre fui uma pessoa reservada, foi um assunto que sempre quis guardar para mim. Não queria falar do assunto, mas outras pessoas chegavam a perguntar-me: ‘Fizeste alguma coisa ao teu cabelo? Fizeste um transplante?’. Foi duro durante cerca de um dia e meio, mas sinto que as pessoas julgavam mais antigamente do que agora", finalizou.

Por Sérgio Magalhães
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Internacional

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.