Tragédia da Chapecoense: Caixas-negras vão para Inglaterra

Investigadores ao acidente chegaram esta quarta-feira à Colômbia

• Foto: EPA

As caixas-negras do avião RJ-85, que caiu na Colômbia e vitimou a quase totalidade da equipa da Chapecoense apenas abertas em Inglaterra, onde a aeronave foi construída e onde a investigação aos dados do voo e às gravações da voz do cockpit terá lugar.

Eesta quarta-feira chegaram a Medellín agentes de investigação da Bolívia, Brasil, Inglaterra e dos Estados unidos. Será depois formada uma equipa participará da abertura das caixas-negras juntamente com os elementos do GRIAA (Grupo de Investigação de Acidentes e Incidentes Aéreos) da Colômbia.

A autoridades britânicas ofereceu o seu laboratório do AAIB (Agência Oficial de Investigação de Acidentes Aéreos), que apura os desastres aeronáuticos civis, para liderar o processo, porque possuem a tecnologia necessária para abrir as caixas-negras, que são antigas e de difícil abertura.

Recorde-se que o avião acidentado foi fabricado pela companhia britânica British Aerospace em parceria com a BAE Systems e a Avro International, mas este tipo de aeronaves deixou de ser construído em 2001 - no caso da que transportava a equipa da Chapecoense rumo a Medellín tinha 17 anos e 8 meses.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Internacional

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0