Transferência de Bruno Guimarães para a Europa pode meter a FIFA ao barulho

Presidente do Lyon denuncia acordo supostamente ilegal entre o Atlético Madrid e o Athletico Paranaense

Bruno Guimarães é um dos jogadores brasileiros mais pretendidos no momento, mas o seu nome está envolvido numa confusão jurídica, denunciada pelo presidente do Lyon.

Segundo Jean-Michel Aulas, o Atlético Madrid terá assinado com o Athletico Paranaense um acordo de preferência sobre o médio - que esteve a ser negociado pelo Benfica - aquando da transferência de Renan Lodi daquele clube brasileiro para os colchoneros. "A cláusula entre os dois Atléticos parece-me que contraria as regras da FIFA e o artigo 83.1", denuncia o líder do clube francês no Twitter.

Depois de o Benfica ter desistido da contratação do jogador, de 22 anos, por não chegar a acordo com o Athletico Paranaense, o Lyon estava a um passo de assegurar o internacional canarinho, mas o Atlético Madrid igualou a oferta dos franceses, o que acabou por bloquear a transferência.

Nestas circunstâncias o tal acordo impede o clube brasileiro de vender o jogador ao Lyon, situação que Aulas considera ser ilegal.

Segundo o 'As', a FIFA considera este tipo de acordos válidos, desde que sejam registados. Se assim não for, a Comissão Disciplinar da FIFA pode impor sanções aos dois clubes.

6
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Internacional

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.