Tribunal de Madrid reabre investigação por fraude fiscal a Xabi Alonso

Reabertura do processo pretende determinar natureza dos contratos

• Foto: Vítor Chi

Um tribunal de Madrid reabriu a investigação judicial ao antigo futebolista espanhol Xabi Alonso por suspeitas de fraude fiscal cometida entre 2010 e 2012, quando jogava no Real Madrid.

A decisão da Audiência Provincial de Madrid ocorre praticamente um ano depois de o Ministério Público de Espanha ter recorrido do arquivamento da denúncia sobre o ex-futebolista de Bayern Munique, Real Madrid, Liverpool, Eibar e Real Sociedad.

O antigo médio espanhol foi um dos futebolistas denunciados por alegadas fraudes fiscais nos contratos de direitos de imagem, juntamente com os portugueses Ricardo Carvalho e Fábio Coentrão, entre outros.

A reabertura do processo pretende determinar se os contratos não seriam falsos e não teriam apenas efeitos na sua tributação.

As autoridade tributárias de Espanha denunciaram que Xabi Alonso tinha vendido os seus direitos de imagem a uma empresa radicada na Madeira, uma transação 'simulada', mas que o juiz de instrução arquivou, uma vez que a região autónoma portuguesa não é um paraíso fiscal e porque o ex-jogador apenas aproveitou a "perícia" dos seus assessores para encontrar uma solução mais vantajosa para os seus interesses.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Internacional

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.