Turquia: Hakan Sükür arrisca quatro anos de prisão por… insultar presidente

Publicações no Twitter sobre Recep Erdogan em causa

• Foto: DR Record

Outrora um craque dentro dos relvados, Hakan Sükür corre o risco de passar os próximos quatro anos na prisão. Em causa estão publicações do antigo internacional turco, agora com 44 anos, no Twitter, nas quais terá insultado Recep Tayyip Erdogan, presidente turco. Segundo um comunicado divulgado através da agência de notícias estatal ‘Dogan’, as mensagens tinham "conteúdo insultoso contra Erdogan e o seu filho". No entanto, as publicações foram apagadas e não foram reveladas pela agência.

Em sua defesa, Sükür garantiu que os tweets não eram direcionados ao presidente turco, mas a Dogan avança que esses argumentos foram rejeitados pelo Ministério Público, pelo que a primeira audiência irá acontecer nas próximas semanas. Isto se o ex-jogador, que vive na Califórnia com a família, decidir deslocar-se ao seu país natal.

Refira-se que Sükür e Erdogan já tem um passado juntos. O antigo jogador envolveu-se na política após terminar a carreira (2008) e em 2011 acabou por ser eleito deputado pelo Partido Justiça e Desenvolvimento, precisamente o de Erdogan. No entanto, renunciou ao posto dois anos depois quando o líder começou a ser investigado por corrupção. Foi aí que se juntou ao movimento islâmico comandado por Fehullah Gülen, a principal oposição do atual presidente turco.

Por Pedro Gonçalo Pinto
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Internacional

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.