Valbuena no julgamento do caso do vídeo de cariz sexual: «Senti-me em perigo»

Benzema, acusado de chantagear o colega de seleção, faltou à primeira sessão

Teve início esta quarta-feira, em Versailles (Paris), o julgamento de Karim Benzema, acusado de chantagear o ex-colega de seleção, Mathieu Valbuena, com a divulgação de um vídeo sexual privado. O avançado francês esteve ausente da primeira sessão alegando, segundo o seu advogado Antoine Bey, "motivos profissionais". Valbuena garante que recebeu "várias ameaças" e considerou "uma pena" a não comparência do jogador do Real Madrid.

"Nunca se falou de dinheiro, mas houve várias ameaças de pessoas que diziam que tinham algo sobre mim. Tinha medo pela minha carreira desportiva. Sabia que se o vídeo fosse divulgado, seria complicado para mim na seleção. Senti-me em perigo, o meu primeiro instinto foi apresentar queixa", começou por dizer, antes de lamentar a ausência do antigo colega. "É uma pena Benzema não estar cá, mas é o que é. Irei até ao final para que tudo fique para trás".

Recorde-se que o avançado gaulês arrisca, em caso de condenação, uma pena de prisão de até cinco anos e 75 mil euros de multa, num processo que conta com outros quatro acusados.

Por Record
1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Internacional

Notícias

Notícias Mais Vistas