Van Basten esteve à beira da ruína financeira: «Alguém viu 'O Lobo de Wall Street'?»

Antigo jogador holandês recorda num livro alguns dos maus momentos por que passou

• Foto: Instagram

Marco van Basten foi um dos melhores jogadores da história, ganhou três Bolas de Ouro (1988, 1989 e 1992) e um sem-número de títulos ao serviço do Ajax e do Milan, mas em 2001 esteve à beira da ruína financeira.

O antigo jogador holandês, agora com 56 anos, conta num livro intitulado 'Frágil, a minha história', como perdeu milhões de euros em maus investimentos. Em 1999 investiu 20 milhões de euros num banco holandês e em 2002, em plena crise financeira, restavam-lhe apenas 13. E em 2001 o fisco holandês exigiu-lhe 32,8 milhões de euros.

"Sinto que é um bom momento para contar a minha história. A partir da minha perspetiva. De dizer a minha verdade. A história que nunca contei. Nela poderei esclarecer algumas coisas, não terei piedade de ninguém, muito menos de mim mesmo. Chegou a hora", escreve o antigo jogador holandês nas primeiras páginas do livro.  

Van Basten recorda a infância, a sua ambição "cega" de querer ser o melhor do Mundo, a relação com Johan Cruyff, outra lenda do futebol holandês, a lesão no tornozelo que precipitou o final da carreira e os problemas económicos. 

Conta Van Basten que um dia chegou uma carta a sua casa que dizia: "Condena-se o senhor Van Basten a pagar integralmente a presente liquidação fiscal da agência tributária holandesa antes do dia 31 de dezembro de 2001: 32,8 milhões de euros." E foi assim que começou a sua ruína financeira.

Mais tarde descobriu que tudo se devia à mudança do seu domicílio fiscal do Mónaco para a Holanda, em 1998. Ele tinha confiado numa grande empresa de assessoria fiscal para evitar este tipo de problemas, mas as coisas não saíram como esperava.
 
Esta carta coincidiu a queda das Torres Gémeas, o início de uma crise financeira e o seu investimento no banco. Primeiro investiu dois milhões de euros, mas em finais de 1999 apostou "tudo", mais de 20 milhões. Em 2002 descobriu que desse dinheiro restavam apenas 13 milhões. Disseram-lhe para manter o investimento, esperar pela recuperação, mas Van Basten relata que preferiu resgatar o que restava e começar do zero.

Em 2005, e depois de se rodear de novas pessoas, conseguiu um acordo com o fisco. "Alguém viu 'O Lobo de Wall Street?' Mais tarde entendi esse filme", contou Van Basten.

Por Record
3
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Internacional

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.