Vaz Pinto na final da Taça do Quénia

Jogo decisivo disputa-se a 4 de julho, diante do AFC Leopards

• Foto: Dombele Bernardo

O português Vaz Pinto, treinador do Gor Mahia FC, no Quénia, festejou este domingo a passagem à final da taça daquele país, após vencer nos penáltis (4-1) a formação do Bidco United FC, após um empate a uma bola no final do encontro. O jogo decisivo disputa-se agora dia 4 de julho, diante do grande rival AFC Leopards.

A juntar a esta passagem à final, o treinador português, de 46 anos, tem tido também enorme sucesso no campeonato, tendo conseguido, para já, levar o Gor Mahia do 16.º posto, lugar em que se encontrava em janeiro, até ao 4.º lugar da tabela classificativa, onde está agora.

Sublinhe-se, a propósito, que Vaz Pinto rumou ao Quénia em janeiro deste ano, depois de na temporada passada ter orientado a equipa de sub-23 do Famalicão. Antes, o técnico passou por Penalva do Castelo, Sezurense, Académica e Sertanense, em Portugal, mas tem sido no continente africano que mais carreira tem feito, nomeadamente em Angola, onde orientou o Recreativo de Caála e o Ac. Lobito.

Por Ricardo Chambel
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Internacional

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.