Wenger critica futebol moderno e mete Neymar ao barulho

Antigo treinador do Arsenal afirma que os jogadores têm mais poder nos dias de hoje

Arsène Wenger abordou a evolução no futebol e criticou os tempos modernos, colocando o nome de Neymar em cima da mesa. "Antigamente, dizias só: "tu, fora", e os jogadores respeitavam. Mostra que, lentamente, o poder passou para os jogadores. O poder dos jogadores ficou mais forte. Agora há jogadores como Neymar, que têm muito poder. Nos anos 60 e 70, isto não existia. (...) Não acredito que o trabalho atual do treinador, em relação ao passado, seja mais duro. Agora tens pessoas muito competentes que podem fazer as sessões por ti. Só tens de analisar. Eu comecei a trabalhar sozinho e tinha de treinar os guarda-redes e os jogadores ao mesmo tempo. Era duro", disse o antigo treinador do Arsenal, em entrevista à BeIN Sports, dando o exemplo de Brian Clough, que levou o Nottingham Forest ao título europeu por duas vezes seguidas, em 1978/79 e 1979/80.

"Se imaginarmos Brian Clough e os treinadores dos dias de hoje, podes dizer que os jogadores ficavam assustados com o Brian Clough. Hoje, tens de convencer os jogadores, ser persuasivo", disse o técnico francês, de 69 anos.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Internacional

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.