Águias da Musgueira "não esperava" ascensão tão rápida de Renato Sanches

Presidente dos lisboetas surpreendido

• Foto: EPA

Renato Sanches cumpre sexta-feira um ano desde que se estreou a titular no Benfica, um ano coroado de troféus e que ainda surpreende o Águias da Musgueira, o clube onde deu os primeiros passos no futebol.

Com apenas 19 anos, o internacional português do Bayern Munique sagrou-se já campeão em Portugal e foi campeão europeu com a seleção portuguesa no Euro'2016. Nas duas competições foi considerado o jogador revelação e o seu impacto levou-o a conquistar o prestigiado troféu Golden Boy para o melhor jogador sub-21 a atuar na Europa.

Em entrevista à Lusa, o presidente do Águias da Musgueira, António Quadros, admite a sua surpresa por ver uma ascensão tão rápida da criança que um dia levou para o modesto clube da Alta de Lisboa.

"Não esperava que fosse subir tão rápido. Sabia que tinha condições para o fazer, mas foi uma surpresa grande vê-lo a titular no Benfica aos 18 anos", afirma.

Foi a 25 de novembro de 2015, no jogo contra o Astana, no Cazaquistão, da quinta jornada da fase de grupos da Liga dos Campeões, que Renato Sanches entrou pela primeira vez para o onze dos encarnados. Depois de aparições fugazes a partir do banco, o jovem médio nunca mais saiu da equipa de Rui Vitória e revelou-se peça essencial no êxito do Benfica.

Apesar do salto competitivo, António Quadros ainda reconhece os traços do menino de sete anos que levou para o Águias da Musgueira. "Era pequenino quando o tirei da rua para jogar no Águias. Tinha sete anos e depois só o inscrevi aos oito, porque nem tínhamos escolinhas. Só tínhamos a categoria dos infantis", confessa.

Entre as razões para a afirmação de Renato Sanches, o líder do emblema lisboeta destaca "a fibra" do jovem: "Ele tem uma personalidade muito forte. Teve sorte também, porque em tudo é preciso sorte, e correspondeu quando foi chamado. Eu costumo dizer que fui eu que descobri aquela pérola negra, mas foi o Benfica que a lapidou".

Sem deixar de manifestar a sua confiança no aparecimento de novos Renatos no Águias da Musgueira, António Quadros encara ainda o jogador de 19 anos como "uma grande promessa" e prefere esperar pelo sucesso ao serviço dos campeões alemães para o considerar então uma certeza do futebol português.

A terminar, o primeiro responsável pela carreira de Renato Sanches deixa um conselho ao jovem futebolista: "Que não se perca e que tenha os pés assentes no chão. Hoje é uma festa, mas de um momento para o outro pode perder-se tudo. Os degraus desta vida tanto servem para subir como para descer".

Por Lusa
4
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Alemanha

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.