Atum ao pequeno-almoço e arroz doce depois do jantar: a dieta 'louca' de Lewandowski

Avançado polaco é casado com uma conceituada nutricionista que é muito rigorosa na sua alimentação

• Foto: DR Record

Robert Lewandowski é um dos avançados mais 'letais' do mundo e um dos seus segredos está na alimentação. O avançado polaco do Bayern Munique é casado com uma nutricionista, Anna, que aposta numa alimentação diferenciada e direcionada para a alta competição. 

O defesa brasileiro Thiago Cionek, naturalizado polaco, que disputou o Europeu de 2016 e o Mundial de 2018 pela Polónia, contou à ESPN os segredos de Lewandowski.

"Ele tem sempre muita vontade de melhorar como jogador e para isso segue uma dieta especial, que a mulher dele fez. Ela é uma nutricionista muito conhecida na Polónia. O Robert contou-me que a grande mudança na carreira dele - quando chegou ao topo, tanto no clube como na seleção - aconteceu muito por ter mudado radicalmente o que comia", contou.

Cionek explica que há inclusivamente outros futebolistas da seleção polaca que seguem a mesma dieta. "São uns cinco jogadores. É uma forma diferente de se preparar e de se alimentar, que no caso dele foi fundamental enquanto atleta. Nas concentrações o Robert tenta transmitir esses benefícios aos outros jogadores."
 
Mas, afinal, o que come o artilheiro do Bayern? "No dia dos jogos muita proteína. Come atum ao pequeno-almoço e umas coisas 'meio doidas'. Além disso, evita tudo que tenha glúten e lactose. Na véspera do jogo, depois do jantar, come um prato de arroz doce, para 'encher' com hidrato de carbono e glicose. Na recuperação, muita verdura e abacate".

Thiago constata que a dieta faz a diferença. "Com certeza que estes cuidados com a alimentação ajudam. Todos os exames mostram que dá muito certo. Até porque ele disputa mais de 50 partidas por ano e sempre ao mais alto nível físico. Eu recebo sempre alguns conselhos dele", afirma.

Cionek elogia também a humildade do colega de seleção fora do campo. "Apesar de todo o sucesso que ele tem, e do facto de ser um dos maiores atacantes do mundo, é um tipo simples e muito humilde. Está sempre disposto a ajudar e todos o reconhecemos como nosso capitão de uma forma natural. Ele nunca teve que forçar a liderança, é algo inato. Posso dizer que sinto-me um privilegiado por jogar com ele", reconhece.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Alemanha

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0