Coronavírus: Na Alemanha consideram um exagero reservar 20 mil testes para futebolistas

Eventual regresso da Bundesliga no próximo mês está longe de ser consensual

• Foto: EPA

A Bundesliga quer voltar ao ativo o mais rapidamente possível e o dia 9 de maio tem sido a data apontada para o regresso do futebol no país. Para tal é necessário garantir a segurança dos futebolistas e diz-se que podem ser necessários 20 mil testes ao novo coronavírus, ao longo das 9 jornadas que faltam disputar. Um número que causou revolta em vários setores da sociedade alemã...

Alguns especialistas em saúde pública consideram injusto reservar tantos testes para futebolistas, numa fase em que tanta falta fazem. O presidente da Bundesliga, Christian Seifert, já garantiu que médicos e demais pessoal clínico teriam sempre preferência sobre os futebolistas, mas nem isso amainou a ira de alguns.

"O futebol poderia voltar no outono, quando houvesse testes suficientes e ninguém se sinta privado de nada", disse o médico Karl Lauterbach, na Sport1.

O filósofo de desporto, Gunter Gebauer, concorda. "São demasiados testes tendo em conta o número de pessoas e o risco de infeção. É exagerado." 
 

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Alemanha

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.