Djilobodji suspenso por três jogos devido a gesto ameaçador

Werder Bremen já anunciou recurso da decisão

A Fedração Alemã de Futebol (DFB) anunciou esta terça-feira a decisão de suspender por três jogos o defesa Papy Djilobodji, do Werder Bremen, devido ao gesto ameaçador feito pelo senegalês na direção de Pablo de Blasis, no duelo de sábado com o Mainz. Na altura, depois de um choque, o defesa que está na Alemanha cedido pelo Chelsea passou a mão pelo pescoço, num gesto entendido como ameaçador pela organização da Liga.

Gesto de Djilobodji deixa Bundesliga em choque
Uma sanção que não foi recebida da melhor forma pelo Werder Bremen, que já esta tarde anunciou que irá recorrer da decisão, por considerar a mesma demasiado dura. "O Werder Bremen não concorda com a decisão e decidiu avançar para o recurso. O Papy Djilobodji está a ser acusado de conduta antidesportiva, numa decisão de acordo com a sanção aplicada a Deniz Naki em 2009", pode ler-se no comunicado do clube, no qual se recorda a ação de um ex-jogador do St. Pauli, que fez um gesto similar na direção dos adeptos do Hansa Rostock.

"Continuamos a achar que a decisão de aplicar uma suspensão de três jogos não tem sentido. Além disso, acreditamos que, nestas circunstâncias, a situação é menos grave do que aquela que envolveu Naki", acrescenta o clube alemão.

Por Fábio Lima
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Alemanha

Notícias

Notícias Mais Vistas