Federação alemã sem pressa para eleger sucessor de Joachim Löw

Selecionador deixa o cargo no final do Euro'2020

• Foto: Reuters

O Federação Alemã de Futebol (DFB) esclareceu esta quinta-feira que levará o tempo necessário para escolher o "melhor selecionador possível" para suceder a Joachim Löw, após este deixar o cargo no final do Euro'2020.

"Não fixamos um prazo, mas também não deve acontecer apenas dois dias antes dos jogos [de qualificação para o Mundial2022] em setembro. Não queremos interferir nos contratos existentes. Se houver discussões, consultaremos sempre os clubes", explicou Oliver Bierhoff, diretor da seleção germânica, adversária de Portugal no Europeu.

Segundo Bierhoff, a Alemanha "tem a sorte de ter bons treinadores" nas ligas internas e em outros campeonatos externos, 'fechando a porta' à contratação de um técnico estrangeiro.

Apesar da saída de Löw, comunicada há dois dias, não ter sido propriamente uma surpresa, o dirigente quer, agora, as atenções viradas para uma "prestação de sucesso" da 'mannschaft' no Campeonato da Europa.

"A notícia não me atingiu como um raio. Passamos por uma quantidade incrível de momentos lindos e difíceis. Sempre tivemos uma relação de muita confiança, que tem sido a força de toda a equipa técnica ao longo destes anos. Lamento muito, mas tenho um grande respeito pelo que 'Jogi' construiu nos últimos anos. Agora, queremos olhar para frente e o Euro é o mais importante, queremos jogá-lo com sucesso. E o foco também é o apuramento para o Mundial", observou.

Joachim Löw assumiu a 'Mannschaft' após o Mundial de 2006, que a Alemanha organizou e na qual era adjunto de Jürgen Klinsmann, e é um dos treinadores com mais tempo à frente da equipa, com 189 jogos, desde agosto de 2006.

Com Löw, a seleção alemã sagrou-se campeã mundial em 2014, no Brasil, mas no Mundial seguinte, em 2018, foi afastada ainda na fase de grupos, terminando o seu grupo em último lugar, com os mesmos três pontos da Coreia do Sul, terceira.

Na competição, que foi adiada um ano devido à pandemia da covid-19, e que decorrerá em 12 cidades de 12 países, a Alemanha integra o grupo F com Portugal, o campeão europeu em título, a França, a campeã mundial, e a Hungria.

Portugal e Alemanha defrontam-se na segunda jornada do grupo, em 19 de junho, em Munique.

Por Lusa

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Alemanha

Notícias

Notícias Mais Vistas