Federação reclama 6,7 milhões de euros a responsável do Mundial'2006

Fedor Radmann visado

• Foto: Reuters

A Federação Alemã de Futebol (DFB) reclama 6,7 milhões de euros a um antigo responsável do Comité Organizador do Mundial de 2006, organizado pela Alemanha, revela esta terça-feira o jornal Bild, com base em fonte da DBF.

De acordo com a mesma fonte, citada pelo jornal, o antigo vice-presidente da organização, Fedor Radmann, dispõe de 20 dias para comprovar que transferiu o dinheiro.

O procedimento e limite de tempo são práticas habituais na recuperação de dívidas na Suíça, país em que Radmann agora vive, e segundo o porta-voz da DFB serve também para impedir a limitação de reclamações.

"Neste caso, trata-se de manter as posições legais. Na Suíça isto é feito através dos procedimentos de cobrança de dívida e temos que seguir os passos necessários no tempo correto", justificou o responsável da Federação.

Os 6,7 milhões de euros correspondem a dinheiro alegadamente transferido, em 2000, pelo Comité organizador para a FIFA, o qual nunca foi explicado de forma satisfatória, poucos dias antes da Alemanha ganhar a organização do Mundial.

Tanto Franz Beckenbauer, presidente do Comité organizador, como Wolfgang Niersbach, antigo presidente da Federação - que se demitiu após o escândalo vindo a público em outubro - negaram qualquer intervenção.

Ambos têm cooperado com a investigação suíça e alemã à organização do Mundial2006, que a Alemanha ganhou por um voto à África do Sul.


Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Alemanha

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.