Patrocinador pediu 'gracinha', eles abusaram: sete jogadores despedidos após polémica foto

Episódio aconteceu no SC 1920 Myhl e autoridades policiais estarão já a investigar

A ideia era ser só mais uma fotografia para o patrocinador, mas o que alguns jogadores do SC 1920 Myhl fizeram foi muito mais do que isso: foi 'assinar' a carta de despedimento de sete deles. E como?

A história é contada pela FOX que dá conta que o patrocinador da segunda equipa daquele emblema alemão de Wassenberg, na zona oeste do país, o dono de uma loja de kebab, Engin Arslan, pediu aos 'craques' para fazerem uma pose "divertida" para uma fotografia de promoção. Sete jogadores, entre os 18 e os 27 anos, decidiram fazer a saudação nazi. Arslan ainda partilhou a imagem nas redes sociais, apagando-a alguns minutos depois. Mais: o acordo de patrocínio terminou logo aí.

A administração do clube manifestou-se desde logo chocada com a atitude dos seus atletas, expulsando sete. "Quando soubemos o que aconteceu, marcámos de imediato uma reunião. De acordo com as regras do nosso clube, a única solução possível era expulsar os jogadores", afirmou o presidente Marc Winkens, citado pela FOX.

As autoridades estarão também já a investigar o caso.

4
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Alemanha

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.