Renato Sanches: «Estou feliz mas quero jogar mais»

Não descarta deixar o Bayern: “Se o melhor para mim for a saída, então saio”

• Foto: Reuters

Contratado no verão de 2016 ao Benfica por 35 milhões de euros, Renato Sanches ainda não conseguiu impor-se no Bayern. Depois de uma época cedido ao Swansea, o médio de 21 anos parece ter caído nas graças de Niko Kovac e, sob o comando do técnico croata, já fez um golo e três assistências em 16 jogos. Ainda assim, o internacional português confessou, em entrevista ao canal Sport 1, que o futuro em Munique segue incerto.

"Estou feliz, mas é óbvio que quero jogar mais. Estou a sentir-me bem, estou pronto para jogar e para mostrar o jogador que sou", declarou em Doha, no Qatar, onde o clube alemão se encontra a estagiar. E Renato acredita que o que já mostrou esta temporada merece nota positiva da parte de Kovac.

"O treinador faz o seu trabalho. É claro que, se eu jogar bem, ficará feliz comigo, mas, se jogar mal, será diferente. Neste momento, o treinador está feliz comigo porque eu estou pronto e a jogar bem."

Ultrapassado o primeiro impacto no Bayern, marcado por dificuldades de adaptação e algumas críticas ao seu rendimento, o médio português reconheceu que, nesta altura, está mais maduro e mais confiante. "Sim, é um sentimento diferente. Tudo é diferente. tenho outra idade, maior experiência e sei o que é importante", vincou à Sport 1, deixando, por outro lado, a porta entreaberta, apesar de ter contrato até 2021.

"Só quero o melhor para mim e se o melhor for ficar, fico. Se o melhor para mim for a saída, então saio. Quando jogas sentes-te feliz, e eu quero jogar e sentir-me bem, porque jogar futebol faz-me feliz."

Campeão

O ex-Benfica analisou ainda a luta pelo título, numa altura em que o Dortmund lidera com 6 pontos de vantagem para o Bayern. "Têm uma boa equipa, mas faltam muitos jogos e veremos na segunda volta quem será o campeão."

Por Aurélio de Macedo
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Alemanha

Notícias

Notícias Mais Vistas