Ronny despede-se do Hertha no próximo domingo

Lateral-esquerdo rescindiu com o clube alemão e não tem futuro definido

• Foto: Getty Images Sport

Increveu o seu nome na história do futebol português quando, a 26 de novembro de 2006, marcou um livre direto, com a bola a viajar a 220 quilómetros por hora, que rendeu ao Sporting 3 pontos na deslocação ao terreno da Naval 1.º de Maio. Estavam decorridos 88 minutos.

Agora, ficará na história do futebol alemão como o futebolista que, aos 30 anos, tendo contrato até ao final da temporada, aceitou rescindir o vínculo que, há seis temporadas o ligava ao Hertha Berlim e ficar desempregado. Pelo menos, para já.

No próximo domingo, quando o emblema da capital germânica receber o Schalke 04, Ronny terá direito à merecida festa de despedida dos adeptos, com os quais sempre manteve excelente relacionamento e dos quais, confessa, vai sentir saudades. Por agora, em declarações ao 'Globoesporte.com', vai recordando os momentos mais brilhantes.

"Foram seis anos de muitas alegrias no Hertha. Lembro-me, como se fosse hoje, do meu primeiro jogo, em 2010, quando fiz o passe para o golo da vitória. Como também jamais me esquecerei o golo mais bonito que fiz aqui, contra o Hannover. Numa 'patada' de falta com muita força e curva", relembra o lateral-esquerdo, reforçando a ideia de que, pelos adeptos, permaneceria em Berlim o resto da sua carreira.

"Um dia, deixei meu carro dormir fora da garagem e, quando acordei de manhã, para ir encontrar-me com o meu empresário, vi uma coisa que não vou esquecer: meu carro estava coberto por papéis com inúmeras frases dos fãs. Isso não tem preço", argumenta Ronny, recordando quando, no dia da renovação de contrato, o diretor financeiro dos alemães questionou se iria empenhar-se... no jogo seguinte.

"Fiz dois golos, fiz o passe para outro e vencemos por 3-0. Era uma partida decisiva para voltarmos à 1.ª Divisão. Depois, encontrei-o na área VIP. Ele passou por nós e balançou a cabeça todo sem graça", recordou o brasileiro, a terminar.

Por João Lopes
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Alemanha

Notícias

Notícias Mais Vistas