Union supera rival Hertha no primeiro dérbi da capital na Bundesliga

Jogo foi foi resolvido com uma grande penalidade convertida por Sebastian Polter, aos 90 minutos

• Foto: Reuters

O Union Berlim venceu este sábado por 1-0 o Hertha, em jogo da 11.ª jornada, que fica para a história como o primeiro dérbi entre as duas equipas da capital alemã no principal escalão do futebol germânico.

O dérbi berlinense foi resolvido com uma grande penalidade convertida pelo avançado Sebastian Polter, aos 90 minutos, a qual permitiu também ao Union ficar a um ponto do Hertha, ainda que ambas as formações integrem a segunda metade da tabela.

Este foi o primeiro dérbi que os dois emblemas da capital disputaram na 'Bundesliga', uma vez que o Union só esta época se estreou no escalão principal do futebol germânico. Os outros quatro embates entre ambos tinham ocorrido na 2.ª Liga, em 2010/11 e 2012/13.

O Eintracht Frankfurt goleou o Bayern Munique por 5-1, com o sérvio Filip Kostic em destaque na primeira parte, ao apontar o primeiro golo aos 25 minutos e a assistir o suíço Djibril Sow aos 33, isto, depois de o defesa central Jerome Boateng ter sido expulso logo aos nove minutos, com vermelho direto após falta sobre Gonçalo Paciência à entrada da área do Bayern Munique.

Porém, antes do intervalo, aos 37, o polaco Robert Lewandowski reduziu para os bávaros, marcando em todos os jogos das 10 primeiras jornadas da Bundesliga, e igualando o recorde de Klaus Allofs (Colónia), em 1984, e do gabonês Aubameyang (Borussia Dortmund), em 2015. O ponta de lança polaco leva já 14 golos na Bundesliga e 20 golos pelo clube esta época.

Mas, na segunda parte, o Eintracht foi superior ao heptacampeão em título e fez mais três golos, pelo argentino David Abraham (49), pelo austríaco Martin Hinteregger (61) e Gonçalo Paciência, a fechar a contagem, após passe de André Silva (85).

Após a derrota, o Bayern Munique segue em quarto lugar (18 pontos), com mais um ponto do que o adversário de hoje, que está no sexto posto.

Já o Leipzig, adversário do Benfica na Liga dos Campeões, obteve hoje a sua maior vitória de sempre no campeonato alemão (o clube foi criado em 2009 e disputa o primeiro escalão desde 2016), ao 'esmagar' o Mainz com oito golos sem resposta.

O atacante Timo Werner foi o homem do jogo, ao apontar um 'hat trick' (30, 48 e 87) e a fazer três assistências, e os restantes golos do encontro foram anotados pelo austríaco Marcel Sabitzer (05), pelo francês Christopher Nkunku (30), por Marcel Halstenberg (39), pelo dinamarquês Yussuf Poulsen (44) e pelo também gaulês Nordi Mukiele (50).

Com este triunfo, o Leipzig ocupa o terceiro posto, em igualdade com o Bayern, e viu os dois clubes que ocupam os lugares cimeiros da tabela também vencer, mantendo-se a quatro pontos do líder Borussia Mönchengladbach e a um do Borussia Dortmund.

O Borussia Dortmund bateu o Wolfsburgo por 3-0, com golos do belga Thorgan Hazard (52), do internacional luso Raphael Guerreiro (58) e de Gotze (88), enquanto o líder foi a casa do Bayer Leverkusen vencer por 2-1.

O sueco Ozcar Wendt deu vantagem aos visitantes, aos 18 minutos, Volland empatou para o Bayer, aos 25, e o francês Marcus Thuram, aos 37, decidiu o encontro a favor da equipa comandada por Marco Rose.

Por seu turno, o Werder Bremen empatou 2-2 em casa com o Friburgo, depois de ter estado em vantagem até aos 90+3. O kosovar Milot Rashica adiantou a formação caseira aos nove minutos, mas Nils Petersen restabeleceu a igualdade aos 28.

Após o intervalo, o checo Theodor Gebre Selassie voltou a dar vantagem ao Werder Bremen, aos 59, e, quando parecia que os três pontos já não iam fugir, Petersen bisou na partida, três minutos depois dos 90 e deu um ponto para os homens do Friburgo, que segue na quinta posição com 18 pontos. O Werder Bremen está no 12.º lugar com 11 pontos.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Alemanha

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.