Angelino: «Guardiola matou a minha confiança»

Espanhol diz que o espanhol nunca lhe deu uma chance real

• Foto: EPA

Angelino é por estes dias um dos laterais esquerdos em melhor forma na Europa, mercê das suas boas performances no RB Leipzig. Ainda assim, nem sempre a sua vida foi fácil, especialmente no Manchester City, um clube ao qual esteve vinculado entre 2013 até ao último defeso, onde apenas disputou 12 encontros, todos em 2019/20. Um registo que deixou o lateral de 24 anos com a sensação de que nunca contou para o seu compatriota.

"O Pep matou-me a mim e a minha confiança. Depois de ter voltado ao City, após ter estado em Eindhoven, ele fez o seu julgamento ao cabo de dois jogos de pré-temporada e não me deu nenhuma outra chance real. Por isso acabei por ficar feliz quando vim para o Leipzig e agora sinto-me parte integral do clube", assumiu o defesa esquerdo espanhol, que em seguida traçou as diferenças entre Guardiola e Julian Nagelsmann, o seu atual técnico: "Um deu-me confiança e deixou-me jogar. O outro não. No Leipzig senti que havia confiança em mim desde o primeiro dia. O clube e o treinador deram-me um incrível 'empurrão'. Sinto-me feliz por jogar de forma regular e consistente aqui".

Por Record
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de RB Leipzig

Notícias

Notícias Mais Vistas