Adeptos ameçam Scolari de morte mas treinador recusa-se a deixar o Palmeiras

Equipa não ganha um jogo desde meados de junho

Luiz Felipe Scolari está a passar por um momento conturbado no Palmeiras. A equipa não ganha desde meados de junho e os adeptos foram ao centro de treinos no último sábado protestar, tendo deixado inclusivamente ameaças de morte ao treinador. Para piorar ainda mais as coisas, a equipa empatou ontem dérbi com o Corinthians... Mas Felipão recusa-se a atirar a toalha não chão.

"Quem disse (que vou sair)? Vocês ouviram o quê? Boatos... Então, está tudo esclarecido", afirmou o treinador, quando confrontado com os protestos da véspera. "Estou contente, tenho a minha equipa para trabalhar. Gosto do Palmeiras. Não tenho mais nada a dizer."

Scolari informou ainda que a partir de agora só falará aos jornalistas quando a equipa empatar ou perder. Nas vitórias falará o seu adjunto, Paulo Turra. E quem decidiu isso? "Eu!"

1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Brasil

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.