Antigo médio do Sporting explica encontro com Bolsonaro antes do polémico discurso

Tinga nega ter tido qualquer ligação às declarações do presidente brasileiro, que desvalorizou a pandemia covid-19

Tinga, jogador brasileiro que representou o Sporting entre 2003 e 2005, recorreu esta quarta-feira ao Instagram para negar qualquer envolvimento com o discurso do presidente Jair Bolsonaro, na terça-feira, em que desvalorizou a pandemia covid-19.

Num comunicado, publicado nas redes sociais, o antigo médio, refere que tinha sido convidado pelo ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, para conversar sobre futebol e questões sociais e que depois dessa reunião, que decorreu ontem em Brasília, foi apresentado ao presidente Bolsonaro. 

"O nosso encontro não fazia parte da agenda presidencial, muito menos para tratar de qualquer assunto de caráter oficial. Nos poucos minutos em que estive no gabienete, conversamos apenas sobre amenidades. Em instante nenhum foi sequer ventilado que o presidente iria fazer um pronunciamento à nação no período da noite", explicou Tinga na nota divulgada, acrescentando: "a notícia que liga a minha pessoa ao conteúdo da fala do presidente Jair Bolsonaro não faz sentido nenhum".


Bolsonaro: «Pelo meu histórico de atleta, não teria de preocupar-me se fosse contaminado pelo coronavírus»

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Brasil

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.