Argel desvaloriza trabalho de Jesus no Flamengo: «Ninguém descobriu a pólvora no futebol»

Técnico do CSA diz que desempenho do português é facilitado pela qualidade dos jogadores e pela estrutura profissional do clube

A carregar o vídeo ...
Argel: do tempo em que o Flamengo não pagava aos craques que hoje facilitam vida de Jesus

Argel Fucks, antigo defesa central do Benfica, não entende por que razão o Brasil desfaz-se em elogios a Jorge Jesus. O treinador CS Alagoano, que perdeu por 1-0 frente ao Flamengo, no Maracanã, diz que o sucesso do clube carioca deve-se à qualidade dos seus jogadores e à estrutura profissional do clube.

"Ninguém descobriu a pólvora no futebol. O Flamengo está a jogar o que a seleção de 70 jogava. O Flamengo tem hoje os melhores jogadores, tem estrutura, condições de trabalho e bons profissionais. Trabalhar lá é muito mais fácil. O Andrade foi campeão brasileiro pelo Flamengo. O Jayme (de Almeida) foi campeão da Copa do Brasil pelo Flamengo, quando o Flamengo era desorganizado, quando não tinha estrutura, quando não pagava. Imaginem como seria hoje, com toda esta estrutura...", considerou Argel, citado pela imprensa brasileira.

O técnico considera que se devia valorizar mais os treinadores brasileiros. "O Flamengo tem mérito, sim, mas não podemos desvalorizar o trabalho dos outros treinadores que estão aqui no Brasileirão, que é o mais difícil do mundo. E hoje o Flamengo sentiu isso, contra o CSA acabou o jogo com o coração na mão."

"O Flamengo está a merecer, sim, porque profissionalizou-se. Mas, em 1970, a seleção brasileira já jogava assim. Vamos valorizar o nosso futebol! Ainda somos os pentacampeões! Vamos valorizar os treinadores brasileiros. O treinador estrangeiro tem lugar, sim, há lugar para todos. Para quem tem competência, há  conteúdo, há trabalho... Podem vir! Agora venham e ganhem. Até agora não ganharam. Há a grande possibilidade de ganhar a Libertadores e o Campeonato Brasileiro, porque o clube preparou-se. Aqui ninguém tem ciumeira dos treinadores, pelo contrário. Nós sempre recebemos todos bem. O (Jorge) Jesus foi muito bem recebido aqui, o Sampaoli também, como foi o Diego Aguirre, como foram todos", finalizou.

49
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Brasil

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.