Cafu investigado por suspeita de ligações a grupo criminoso

Há registos de transferência do Primeiro Comando da Capital (PCC) para o antigo futebolista

O antigo internacional brasileiro Cafu está sob investigação da Polícia Civil de São Paulo, por suspeitas de ligação a grupo criminoso.

Segundo avança a revista 'Veja', as autoridades descobriram um relatório que supostamente terá registos de depósitos feitos pela facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC) a favor de Cafu.

De acordo com a publicação, nos registos de Décio Gouveia Luiz, o Décio Português, responsável pela contabilidade da facção criminosa, está indicado o nome de Cafu.

Em causa está a suspeita de que a organização criminosa ter comprado um terreno ou um imóvel que pertencia ao ex-jogador em Alphaville, na cidade de Barueri, São Paulo.

Entretanto, o capitão da seleção brasileira de 2002, que conquistou o pentacampeonato, negou qualquer irregularidade. "Nada disso procede, até porque eu não tenho nem terreno em Alphaville", afirmou.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Brasil

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.