Carlos Alberto Torres: «Que Neymar seja humilde e devolva a braçadeira»

Antigo capitão da canarinha diz que estatuto não combina com o craque

• Foto:  epa

Com a mudança de selecionador, de Dunga para Tite, no Brasil considera-se que uma outra troca deveria ser operada na canarinha. A braçadeira de capitão deve deixar o braço de Neymar e passar para outro dono. Um dos defensores dessa mudança é Carlos Alberto Torres, antigo internacional canarinho, que em 1970 levantou a taça de campeão do Mundo, no México.

"Se fosse o técnico, a primeira medida seria pedir ao Neymar que tivesse a humildade de devolver a faixa de capitão para o treinador escolher outro jogador. Não combina com ele. O Pelé nunca foi capitão, nem o Garrincha, o Ronaldo, o Rivaldo ou o Nilton Santos. Por que é que o Neymar tem de ser capitão da seleção brasileira?", questiona o antigo jogador, no canal brasileiro SportTV.

Na ótica do Capita, Neymar até pode render mais sem o peso do estatuto. "Deixa-o jogar, livra-o da responsabilidade de liderar o grupo e deixa-o só pensar em jogar futebol. Garanto que ele iria fazer muito mais pela seleção do que tem feito. Para mim, pode continuar o Miranda como capitão", apontou, referindo-se ao jogador que na Copa América, na ausência de Neymar, assumiu a braçadeira.

Por Fábio Lima
1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Brasil

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.