CBF afasta Rogério Micale das seleções jovens

Técnico responsável pelo ouro olímpico não resiste ao fracasso no Sul-Americano de sub-20

• Foto: DR Record

Depois de ter conduzido a seleção brasileira a um inédito triunfo no torneio de futebol dos Jogos Olímpicos, na competição realizada no Rio de Janeiro em 2016, Rogério Micale não resistiu ao recente fracasso no Campeonato Sul-Americano de Sub-20 e foi demitido pela CBF pouco mais de seis meses depois de ter conquistado o ouro olímpico. 

Ao falhar o apuramento para o Mundial da categoria - o Brasil terminou em 5.º lugar (apuravam-se os quatro primeiros) num grupo com seis equipas -, o técnico foi afastado esta segunda-feira do cargo, à semelhança de Erasmo Damiani, coordenador das seleções jovens canarinhas. 

Micale assumira o comando da equipa de sub-20 em maio de 2015, sucedendo a Alexandre Gallo, que foi demitido nas vésperas do Mundial da Nova Zelândia. Nesta competição chegou mesmo à final, na qual perdeu com a Sérvia. Depois, nos Jogos Olímpicos, conduziu o Brasil à vitória, batendo a Alemanha no desempate por penáltis (5-4) na final.

Agora, caberá a Edu Gaspar, atual coordenador das seleções da CBF, encontrar os substitutos. O antigo lateral esquerdo Sylvinho - que brilhou no Arsenal e no Barcelona -, atual adjunto de Tite na seleção principal, é apontado como o favorito a suceder a Rogério Micale.

Por António Carlos. Rio de Janeiro. Brasil
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Brasil

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.