Chapecoense afastada da Taça Libertadores por utilização irregular de Luiz Octávio

CONMEBOL determina derrrota, por 3-0, no encontro disputado no terreno do Lanús

Utilização de Luiz Octávio antecipa adeus da Chapecoense à Taça Libertadores
• Foto: Twitter/Asssociação Chapecoense de Futebol

A Confederação Sul-Americana de Futebol (CONMEBOL) puniu esta terça-feira a Chapecoense com uma derrota, por 3-0, no jogo da fase de grupos da Taça Libertadores disputado no terreno do Lanús e que o conjunto brasileiro tinha vencido, por 2-1. Com esta decisão, o emblema de Santa Catarina vê serem-lhe retirados 3 pontos, o que determina o seu afastamento da mais importante competição de clubes da América do Sul.

Em causa está autilização irregular do defesa-central Luiz Octávio na partida disputada em território argentino, na qual o futebolista em causa acabou por ser determinante ao marcar o golo da vitória. O defensor tinha sido expulso, no Uruguai, contra o Nacional, e punido com três jogos de suspensão, dos quais terá cumprido apenas um, na Supertaça sul-americana, frente ao Atlético Nacional. O emblema brasileiro assegura não ter sido formalmente informado do castigo e promete recorrer da decisão da CONMEBOL.

Há, todavia, uma informação, partilhada pela revista brasileira 'Veja' que pode minar a argumentação da defesa da Chapecoense. No balneário, antes da partida com o Lanús, o delegado ao jogo terá avisado os responsáveis do clube catarinense da situação, mas, mesma assim, equipa técnico e direção decidiram incluir Luiz Octávio no onze inicial. Uma decisão que, na altura, valeu a vitória e que agora pode determinar o adeus prematuro dos brasileiros à Taça Libertadores.

A decisão do organismo que superintende o futebol sul-americano faz com que a Chapecoense desça para o último lugar do grupo, com apenas 4 pontos, menos um do que o Zulia, com quem irá agora disputar uma vaga na Taça Sul-Americana, o equivalente à Liga Europa. Para tal, terá de vencer o conjunto uruguaio. Nacional (8 pontos) e Lanús (10) estão automaticamente apurados. Mas... a Chapecoense tem uma semana para recorrer da decisão da CONMEBOL anunciada esta terça-feira.

Por João Lopes
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Brasil

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.