Construção de estádio do Corinthians é denunciada pela Lava Jato

André Negão terá recebido suborno da Odebrecht

• Foto: Reuters

A Operação Lava Jato, que investiga a corrupção no alto escalão da política brasileira, denunciou irregularidades na construção da Arena Corinthians. Segundo o Ministério Público do Brasil, o vice-presidente do clube paulista, André Luiz de Oliveira, conhecido como André Negão, recebeu 500 mil reais (cerca de 125 mil euros) de suborno da construtora Odebrecht.

O dirigente foi levado, esta terça-feira, para depor, em São Paulo. A Odebrecht é um dos principais alvos da Operação Lava Jato.

Construído para a realização do Mundial'2014, a Arena Corinthians custou cerca de 250 milhões de euros. Segundo o procurador brasileiro Carlos Fernando dos Santos Lima, um dos coordenadores da Lava Jato, o estádio só se tornou realidade devido ao pagamento de subornos pela Odebrecht.

Por Mamede Filho
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Brasil

Notícias

Notícias Mais Vistas