Continua a novela entre Bryan Ruiz e o Santos: costa-riquenho alega salários em atraso

Extremo ex-Sporting continua em diferendo com o clube de Jesualdo Ferreira

Continua a novela entre o Santos e Bryan Ruiz, ex-jogador do Sporting. O avançado costa-riquenho, de 34 anos, rescindiu contrato com o clube treinado por Jesualdo Ferreira no início da semana alegando "danos morais". Agora, Bryan Ruiz exige o pagamento de salários que diz ter em atraso e ainda dos direitos de imagem.

"Tomei essa decisão (de rescindir) com a minha família. Temos todas as provas para a rescisão por justa causa. Eles devem-me parte dos últimos salários e direitos de imagem. Sobre os danos morais, disseram coisas que não são verdade, treinei pela equipa B e separadamente em algumas ocasiões. Não posso dar muitos detalhes sobre isso", afirmou o ex-Sporting numa conferência de imprensa na Costa Rica.

Contratado há dois anos, o extremo chegou ao Santos com estatuto de estrela e gerou grande expectativa de ser a referência da equipa. Contudo, não se afirmou.

"Aconteceram muitas coisas para eu tomar esta decisão neste momento. O Brasil está mal, a minha família preocupada, eu sem treinar e sem nem ser testado ao Covid-19, o salário atrasado ou reduzido. Enfim, conversámos e decidimos seguir por este caminho", revela Bryan.

O costarriquenho disputou apenas 13 partidas pelo Peixe, a última delas foi no dia 12 de novembro de 2018, na derrota com a Chapecoense por 1 a 0 no Brasileirão.
Por Miguel Custódio
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

Ultimas de Brasil

Notícias

Notícias Mais Vistas