Deyverson cuspiu adversário dois dias depois de ter prometido "mais cabeça" esta época

Jogador do Palmeiras tinha dito que não queria prejudicar a equipa

• Foto: Getty Images

Deyverson teima em continuar de mãos dadas com a polémica. O avançado do Palmeiras, que já passou por Portugal, foi expulso diante do Corinthians por cuspir um adversário apenas dois dias depois de ter prometido ter "mais cabeça" esta época para não prejudicar a equipa.

Efetivamente, depois de defrontar o Oeste na quinta-feira, o avançado recusou falar da arbitragem e de um lance em que terá levado uma cotovelada: "Somos seres
Ex-Belenenses e Benfica B volta a cuspir adversário e é expulso
humanos, podemos errar. Não vou criticar ninguém, não vou entrar em polémica sobre a arbitragem. Este ano vou estar mais centrado, mais cabeça, para poder ajudar a minha equipa e não prejudicar os meus companheiros".

No entanto, dois dias depois entrou na partida com o Corinthians aos 60 minutos e cuspiu o médio Richard aos 88', após uma disputa entre ambos, acabando por ver o cartão vermelho direto. 

A atitude do jogador, que de resto não é nova, valeu-lhe duras críticas do treinador Luiz Felipe Scolari.

Por Luís Miroto Simões
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Brasil

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.