Dirigente do Grémio acusa CBF de favorecer Flamengo de Jorge Jesus na Libertadores

Emblemas defrontam-se, quarta-feira, para a 2.ª mão da meia-final da competição sul-americana de futebol

• Foto: Reuters

O Maracanã vai receber, na próxima quarta-feira, dia 23, Grémio e Flamengo, de Jorge Jesus, para o encontro da 2.ª mão da meia-final da Taça Libertadores. Apenas uma das duas equipas brasileiras irá representar o país na final da competição, visto que o outro duelo é disputado entre Boca Juniors e River Plate, dois emblemas argentinos.

Nestor Fernando Hein, vice-presidente jurídico do Tricolor, afirmou, através das redes sociais, que a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) irá favorecer o 'Fla' no encontro 'decisivo' para as duas equipas, exercendo pressão política para que o emblema de Jorge Jesus consiga alcançar a final da prova e assim prejudicar a equipa do Grémio.

"Atuação não foi boa. Quarta-feira estaremos a noventa minutos de uma final. CBF está jogando ao lado do Flamengo pressionando politicamente para seu time disputar a final. Tudo para nos prejudicar. Lutaremos todos esta guerra", escreveu o dirigente do Tricolor, na sua conta do Twitter.

Contudo, resta relembrar que a CBF nada tem a ver com a competição sul-americana, até porque o organismo responsável pela prova é a CONMEBOL.

Por Sérgio Magalhães
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Brasil

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.