Espírito Santo: Cenário de guerra já fez 100 mortos

Situação muito complicada no estado brasileiro

Mais de 100 pessoas já morreram. As lojas foram saqueadas, o comércio está fechado, os bancos não abrem e as crianças estão sem aulas, já que ninguém pode sair à rua. Desde a última sexta-feira que o estado do Espírito Santo, a cerca de 300 quilómetros do Rio de Janeiro, vive num autêntico cenário de guerra, devido à paralisação das forças de segurança, que lutam por aumentos salariais.

Como, por lei, os polícias não podem fazer greve, são os seus familiares a assumirem um especial protagonismo nesta história. Não só impedem (por estratagema) os polícias de saírem dos batalhões, como são eles a marcarem presença em várias rondas negociais para tentar uma solução para o diferendo...

O Governo Federal enviou, entretanto, para as principais cidades do estado, como Vitória, Vila Velha, Cachoeiro do Itapemerim e Guarapari, elementos das forças armadas, munidos de tanques. São várias dezenas de militares que tentam agora serenar os ânimos. Espera-se que esta ausência de polícia nas ruas termine nas próximas horas, para que a paz volte a Espírito Santo e terminem os assaltos, as pilhagens e as mortes.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Brasil

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.