Estádio do Maracanã volta a ficar às escuras

Dívida de 800 mil euros levou a que a empresa de energia do Rio de Janeiro cancelasse o fornecimento

• Foto: Paulo Calado

Com 800 mil euros de dívida acumulada desde outubro de 2016, o mítico Estádio do Maracanã, totalmente renovado antes do Campeonato do Mundo de 2014, está às escuras, depois da Light, a companhia de energia do Rio de Janeiro, ter ordenado a interrupção do fornecimento, revela Lauro Jardim esta quinta-feira, na sua coluna no jornal 'O Globo'.

Esta não é a primeira vez que o fornecimento de energia elétrica é suspensa. Já aconteceu no início de janeiro. O problema reside na falta de entendimento entre o Governo do Estado do Rio de Janeiro e o consórcio que tem o contrato de exploração do recinto. Enquanto, não existe uma base de acordo o Estádio do Maracanã acumula lixo, o relvado está deteriorado e alguns equipamentos têm sido furtados.

Só a título de curiosidade, refira-se que, há bem pouco tempo, toda a vigilância do gigasteco recinto estava a cargo de duas pessoas. Agora, já são mais, por interferência da Federação de Futebol do Rio de Janeiro, que tenta a todo custo o entendimento entres clubes, governo estadual e consórcio, sob pena do futebol carioca ser verdadeiramente prejudicado. Mas não há uma solução à vista.

Por António Carlos. Rio de Janeiro. Brasil
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Brasil

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.