Ex-jogador do Vasco recorda discussão com Sá Pinto: «Quando ele pôs o dedo na minha cara...»

O clube não renovou o contrato de Fellipe Bastos, de 31 anos, que continua desempregado

• Foto: Reuters

Fellipe Bastos contou, em declarações ao Globo Esporte, que teve uma violenta discussão com Ricardo Sá Pinto quando o português era treinador do Vasco da Gama e que, depois disso, o seu contrato com o clube não foi renovado. O médio, de 31 anos, continua desempregado.

A sua saída, explica, começou a desenhar-se a 3 de dezembro do ano passado, quando foi impedido pela Conmebol de participar no jogo com o Defensa y Justicia, onde o Vasco foi eliminado da Taça Sul-Americana, pois tinha sido diagnosticado com covid-19. Impedido de entrar no estádio, no dia seguinte falou com o treinador, que negou ter impedido a sua entrada no recinto.

"Chamou-me à sala dele para conversar e disse: 'sabes que podes ficar de fora de qualquer jogo que eu escolher'. Ao que respondi: 'claro, o senhor é o treinador e escolhe. Com certeza que temos de acatar'. Aí ele começou a exaltar-se e a falar alto: 'tens de me respeitar como treinador'. E eu expliquei: 'eu respeito-o como treinador, mas não precisa de falar alto. Só estamos eu e você na sala, estamos a conversar'. Ele atirou: 'mas tens de acreditar na minha palavra'. Ao que eu disse: 'não sei se foi você, se foi o supervisor, se foi o diretor, mas acho muito estranho o que aconteceu. Eu estava disponível para jogar na Argentina e sete dias depois no Brasil já não estava? Cabe-me a mim aceitar ou não'", recordou Bastos.

E prosseguiu: "Ele ficou possesso, começou a falar alto, a gritar... Quando ele pôs o dedo na minha cara, eu disse: 'respeito-o como treinador, mas você não é meu o pai para falar assim comigo. Então fale baixo e nós conversamos normalmente'. Ele falou mais alto, exaltámo-nos e eu saí da sala. Aí ele atirou: 'vais treinar à parte'."

Fellipe Bastos relata ainda que falou com o presidente do clube, que o tranquilizou, mas a realidade é que acabou por não renovar o contrato. Sá Pinto acabou por deixar também o Vasco da Gama, que desceu de divisão.

Por Record
1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Brasil

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.