Flamengo não tinha licença para construir alojamento em local licenciado para estacionamento

Prefeitura do Rio de Janeiro emitiu um comunicado a esclarecer a questão

O alojamento do centro de treinos do Flamengo que na madrugada desta sexta-feira foi atingido por um incêndio, vitimando 10 pessoas, não tinha licença municipal para funcionar como tal.

A Prefeitura do Rio de Janeiro esclareceu que "no projeto protocolado, a área está descrita como um estacionamento" e refere que não tem "registos de um novo pedido de licenciamento da área para uso como dormitórios".

Eis o esclarecimento das autoridades:

"Sobre o processo de licenciamento do Centro de Treino Presidente George Helal, conhecido como Ninho do Urubu, a Prefeitura vem a público prestar os seguintes esclarecimentos:
 
A atual licença do CT tem validade até 08/03/2019;

A área de alojamento atingida pelo incêndio não consta do último projeto aprovado pela área de licenciamento, a 05/04/18, como edificada.

No projeto protocolado, a área está descrita como um estacionamento;

Não há registos de novo pedido de licenciamento da área para uso como dormitórios;

Por determinação da legislação em vigor, a coordenação de licenciamento informa que só há inspeção neste tipo de edificação em casos de denúncia;

A Prefeitura vai determinar a abertura de um processo de investigação para apurar as responsabilidades."

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Brasil

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.