Fortaleza: Presidente nega problemas entre Ceni e Marcelo Boeck

Adeptos pedem regresso do guardião à titularidade

O guarda-redes Marcelo Boeck, que já passou pelo nosso país ao serviço de Marítimo e Sporting, é um dos ídolos do Fortaleza, emblema onde alinha desde 2017, depois de uma curta passagem pela Chapecoense. E o carinho que a massa adepta do emblema brasileiro tem pelo guardião é tão forte que, face à perda da titularidade para Felipe Alves, o caso levou mesmo a um comentário por parte do presidente do clube.

"É uma questão técnica e uma escolha do treinador Rogério Ceni. Não me cabe a mim decidir e nunca fiz isso nem com Boeck, nem com outros jogadores. Quando temos um técnico como o Rogério, essa questão não se coloca. Ele entende mais de futebol do que eu. Quando confiamos nas pessoas, temos que confiar nas decisões que são tomadas. Se a decisão é essa, temos que a entender e olhar para frente. O Fortaleza é maior do que o presidente, do que o Rogério Ceni e do que qualquer jogador", explicou Marcelo Paz em entrevista ao 'Diário do Nordeste'.

Boeck apenas alinhou num encontro em 2020 mas, apesar disso, o líder do clube não acredita que existam problemas entre treinador e jogador: "Os adeptos cobram a presença do Boeck, mas tenho que respeitar a decisão do treinador, que está com eles no dia a dia e que toma decisões."

Por João Seixas
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Brasil

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.