Jorge Jesus e o «menino com cinco anos à frente»: «Reinier faz-me lembrar Kaká»

Treinador do Flamengo não poupa elogios ao seu jovem jogador

A carregar o vídeo ...
Jorge Jesus 'esqueceu-se' de craque mundial: «Oh my God, passou-me o nome dele»

O Flamengo, orientado pelo português Jorge Jesus, isolou-se no domingo provisoriamente na liderança do campeonato brasileiro de futebol, ao bater fora o Avaí por 3-0, somando o quinto triunfo consecutivo na prova, na 18.ª jornada. O ex-benfiquista Gabriel Barbosa voltou a justificar a alcunha de 'Gabigol' e inaugurou o marcador, aos 11 minutos, reforçando a liderança dos marcadores, com 15 tentos, com o espanhol Pablo Mari a aumentar a vantagem, aos 32. No início da segunda parte, aos 53 minutos, Reinier apontou o terceiro tento do Fla, que passou a somar 39 pontos, mais três do que o Santos, anfitrião no domingo do Athletico Paranaense.

No final da partida, Jorge Jesus abordou a vitória que "moraliza a equipa" e confessou que a titularidade de Reinier já tinha sido decidida há algum tempo.

"Ele é um miúdo com talento e que já tinha mostrado isso na seleção de sub-20 do Brasil. Disse-lhe no início da semana que ia ser titular para prepará-lo e ficar mais tranquilo. Tem 17 anos mas é um menino, em relação à maturidade, do que é o jogo, um menino para aí com uns cinco anos à frente. Vai ter um percurso brilhante. Faz-me lembrar o Kaká", disse o técnico, de 65 anos, que deseja ver ainda mais a nível defensivo: "Não sofremos golos outra vez, mas temos de melhorar defensivamente".

Depois do desaire no reduto do Bahia, por 3-0, em 04 de agosto, o 'onze' de Jesus bateu consecutivamente Grêmio (3-1 em casa), Vasco da Gama (4-1 fora), Ceará (3-0 fora), Palmeiras (3-0 em casa) e agora Avaí.

O "gol de vídeogame" que fechou nova vitória de Jesus

Deixe o seu comentário
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Brasil

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.