Jornal argentino questiona força do Flamengo: «Há que ter medo?»

Adrián Maladesky tece elogios à equipa de Jesus, mas acredita num triunfo argentino na Libertadores

• Foto: Reuters

O Flamengo defronta, este sábado, o River Plate na final da Libertadores e, como seria expectável, o assunto tem dominado a imprensa internacional, principalmente a argentina e brasileira. Em Buenos Aires, há quem destaque o desempenho da equipa orientada por Jorge Jesus, mas lança uma questão: "Há que ter medo do Flamengo?".

Pois bem, este é mesmo o título de uma coluna do jornal Charín, um dos mais importantes daquele país sul-americano, escrita pelo jornalista Adrián Maladesky. "O Flamengo impõe respeito. Nos números e nos nomes. Trata-se de um gigante que tenta acordar de um longo sono", refere o analista.

O triunfo esclarecedor (5-0) na segunda mão da meia-final, diante do Grémio, foi um dos momentos que levou o jornalista a destacar na análise ao Mengão. "Esse Flamengo é uma equipa contundente e audaz, que sai para ir à procura do seu destino, como demonstrou na primeira meia-final contra o Grémio em Porto Alegre", escreve.

Contudo, apesar de tecer elogios à equipa brasileira, Adrián Maladesky questiona se será o Flamengo será adversário tão difícil para o River Plate superar. "É para tanto? É preciso ter medo? Gallardo [treinador do River Plate] pensa em colocar cinco defesas na final? Há um forte investimento por detrás e um enorme acerto na escolha do técnico, Jorge Jesus, mas nem tudo é perfeito", frisa.

Relembre-se que a final da Libertadores está marcada para o próximo sábado e terá lugar no Estádio Munomental, em Lima (Peru).

Por Sérgio Magalhães
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Brasil

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.