Modelos de cuecas causam polémica no lançamento da camisola do At. Mineiro

Apresentação deu que falar

Era para ser apenas o lançamento do equipamento desportivo do Atlético Mineiro para a época 2016, mas acabou por se transformar num evento que está a causar polémica no Brasil. O uso de modelos femininas a desfilar apenas com a nova camisola e de cuecas gerou indignação entre adeptos e adeptas do próprio clube, que foram às redes sociais criticar o emblema de Belo Horizonte.

Um grupo de adeptas atleticanas publicou, nesta terça-feira, uma nota de repúdio ao uso das modelos em situações que, na sua opinião, incentivam o machismo e o comportamento sexista no desporto. "Nós, atleticanas, vimos posicionar-nos contra a maneira como o Clube Atlético Mineiro se tem mostrado excludente com as mulheres adeptas – e consumidoras – de futebol, além de passivo em relação às atitudes machistas dentro e fora do estádio", diz a nota.

O grupo de adeptas também sugeriu ao Atlético Mineiro que contrate mais mulheres, com o objetivo de aumentar a representatividade dentro do clube. "Esperamos da instituição o reconhecimento do erro, um pedido de desculpas e um compromisso de que ações como a de hoje não serão repetidas. Sugerimos a inclusão de mais mulheres nos departamentos do Clube e maior representatividade na tomada de decisões, para evitar que ações machistas sejam divulgadas como positivas", afirmaram as atleticanas.

A festa de lançamento do novo equipamento do Atlético Mineiro aconteceu na noite de segunda-feira, em Belo Horizonte. Participaram do evento diversas celebridades brasileiras e atletas, entre eles o avançado Robinho, contratado recentemente pelo clube.

Por Mamede Filho
1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Brasil

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.