Mulher do guarda-redes do S. Paulo recorda agressões: «Veio com tudo para cima de mim»

Milena Bemfica explica que descobriu que Jean tinha uma amante

Milena Bemfica, mulher de Jean, guarda-redes do São Paulo que entretanto foi despedido, explicou numa entrevista ao 'Fantástico', um programa da Globo, o que aconteceu entre o casal nos Estados Unidos a meio deste mês, e que culminou com a detenção do jogador por parte das autoridades norte-amerianas por violência doméstica. Revelou que Jean a traía e que quando o confrontou com a situação, as coisas complicaram-se.

"Ele sempre se mostrou tranquilo, tudo perfeito, até eu descobrir a traição. Tratava-me mal, não me dava muita atenção, a mim e às minhas filhas, alegava que estava confuso em relação a tudo", relatou Milena.

A viagem para Orlando, onde a ideia era levar as meninas, de 3 e 5 anos, à Disney, só não foi cancelada porque o casal não queria desiludir as crianças. "Umas duas semanas antes da viagem disse-lhe para ele decidir: ou ficava em casa e começava tudo do zero ou saía. Ele saiu. Fomos para os EUA separados."

Mas em Orlando o casal chegou a reproximar-se. "Tínhamos discussões porque íamos para os parques e ele ficava um pouco disperso, sempre ao telemóvel. Mas ao terceiro dia tivemos relações."

Uns dias mais tarde, Milena diz que recebeu uma mensagem anónima a dizer que a amante de Jean tinha publicado nas redes sociais uma foto dos dois juntos. "Disse-lhe que me respeitasse e que pedisse à amante que apagasse a foto porque somos uma família. Ele respondeu-me que sim, que ia fazer isso."

Nesse mesmo dia, recorda a mulher do guarda-redes, Jean foi fazer compras e regressou a casa "stressado". Depois de um novo relacionamento sexual entre o casal, Milena ameaçou enviar uma mensagem à amante. "Ele queria tirar o tablete das minhas mãos, agarrou-me pelo pescoço e eu mordi-lhe um dedo. Pedi-lhe para me largar e aí ele deu-me socos no rosto."

A mulher bateu-lhe com um alisador de cabelo, que se partiu. À segunda, provocou-lhe um corte na perna com o mesmo objeto. "Quando isso aconteceu ele veio para cima de mim com tudo."

O jogador ter-lhe-á aplicado oito socos no rosto na presença das filhas. "Quando elas se aproximaram ele segurou-as e eu consegui fugir para a casa de banho." Aí Milena pediu ajuda pelas redes sociais e o jogador acabou por ser detido pelas autoridades norte-americanas.

"Ainda estou um pouco perdida, estou a falar com o meu advogado para fazer o que for melhor para ambas as partes", acrescentou Milena, que não sabe se vai apresentar queixa por violência doméstica no Brasil. "Vou recomeçar e espero que ele faça o mesmo com a cabeça no lugar, sem cometer os mesmos erros."

Jean foi libertado após pagar fiança e acabou por ser despedido pelo São Paulo. "Já perdoei, sou cristã. Não pago o mal com o mal", afiança Milena.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Brasil

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.