Paulo Bento: «Não é normal que haja tantas lesões»

Mais dois casos clínicos

• Foto: DR

Depois de nova desilusão caseira com o empate (2-2) diante do Vitória no domingo, para o Brasileirão, o Cruzeiro deslocou-se na madrugada de ontem a Salvador e, desta vez, arrancou um triunfo no reduto do mesmo rival, por 2-1, que deixa bem encaminhado o apuramento da equipa de Paulo Bento para os oitavos-de-final da Taça do Brasil – a 2ª mão, em Belo Horizonte, é no dia 20. Um bis de Willian (8’ e 72’) ditou o regresso aos triunfos do técnico português, que lamentou mais problemas físicos.

"Não estamos a passar por uma boa fase em termos de disponibilidade de jogadores. Neste momento, há alguns desequilíbrios no próprio plantel. Temos um calendário extremamente complicado e um intervalo muito curto entre os jogos. Não é normal que haja tantas lesões", lembrou Paulo Bento, que viu Alex e Alisson saírem lesionados, juntando-se a Dedé, Élber, Henrique e Judivan na lista de preocupações do técnico português.

Allano foi expulso aos 60’ mas nem isso perturbou o Cruzeiro. "A verdade é que temos sido mais eficazes fora de casa. Hoje voltámos a sê-lo. Tivemos oportunidade de decidir o jogo antes, e levar uma vantagem ainda maior", concluiu o português.

Por António Carlos. Rio de Janeiro. Brasil
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Brasil

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0